segunda-feira, 28 de maio de 2012

"Todos os anjos", a ilustração do conto

Reproduzimos abaixo informação do ilustrador José Aguiar. Veja, aqui, mais informações sobre a revista Cândido e o conto de Luiz Vilela nela publicado.

Posts Tagged ‘Luiz Vilela’

CÂNDIDO

Thursday, January 19th, 2012
Saiu na edição n.06 do Cândido, o jornal da Biblioteca Pública do Paraná, uma ilustração minha para o conto Todos os Anjos de Luiz Vilela. Esse belo jornal literário, também ilustrado por feras como Marco Jacobsen, Diego Gerlach, Rafael Sica, entre outros, é de distribuição gratuita.
Encontrável nos principais pontos culturais de Curitiba. Não perca!
aguiar_candido.jpg

sexta-feira, 25 de maio de 2012

Fundação Cultural divulga nota

A assessoria de imprensa da Fundação Cultural de Ituiutaba, em email enviado hoje, divulgou nota sobre o Concurso de Contos que, por vinte e uma edições, recebeu o nome do escritor Luiz Vilela. A nota, até esse momento, não foi publicada no site da Fundação. Eis a reprodução do email que recebemos:



terça-feira, 22 de maio de 2012

Concurso de Contos é modificado e Luiz Vilela desautoriza Fundação Cultural

O Concurso de Contos Luiz Vilela é dos mais tradicionais e antigos hoje no País. Caracterizou-se, sempre, pela notável qualidade de suas Comissões Julgadoras, pela alto valor de sua premiação (durante anos foi o maior prêmio literário do Brasil), pela clareza, constância e equilíbrio de seu regulamento, pela qualidade dos contos concorrentes, pelos nomes que divulgou e por revelar novos talentos da ficção brasileira.

Em termos estruturais, na quase totalidade dos 21 concursos realizados até o ano passado, o prêmio era oferecido pela Prefeitura de Ituiutaba, a organização era feita pela Fundação Cultural de Ituiutaba e Luiz Vilela, como autor homenageado e cuja chancela referendava o Concurso no meio literário nacional e internacional, elaborava o regulamento e indicava as comissões julgadoras.

Tais fatos, públicos, foram divulgados em artigos diversos publicados nos últimos vinte anos na imprensa de Ituiutaba, seja por meio de informações oriundas da Prefeitura local, seja na divulgação do concurso ou de seus resultados, seja em avaliações do concurso por parte de jornalistas ou agentes culturais.

O 22º Concurso foi lançado há poucos dias (veja, aqui, nota de hoje em site especializado na divulgação de concursos literários; veja, aqui, o regulamento do concurso anterior). Por não seguir os critérios até então observados para a realização do Concurso, por não ter sido consultado e por sequer ter sido informado do lançamento dessa nova edição do Concurso, o escritor Luiz Vilela divulgou nota, que reproduzimos abaixo:


segunda-feira, 21 de maio de 2012

"Calor" adaptado para HQ


















Postado no Blog do Batata, 
em 16 de maio de 2012.

Batata é cartunista em Campinas; publica seus trabalhos, desde 2009, 
 através do Coletivo Miséria; e agora alça vôos nunca antes 
explorados, ao menos por ele. Gosta de beber 
muito e desenhar quadrinhos.

sábado, 5 de maio de 2012

PERDIÇÃO: Resenha - 11


Colunas recortadas das páginas do SLMGSuplemento Literário de Minas Gerais, ed. n. 1.340, jan.-fev. 2012. Para visualizar a página inteira, com boxes e efeitos gráficos, clique aqui. Para baixar as páginas referentes a Luiz Vilela, clique aqui. Para mais informações, clique aqui.

sexta-feira, 4 de maio de 2012

LUIZ VILELA: 55 ANOS DE FICÇÃO - 3


VILELA E MILLÔR: UMA TROCA DE CARTAS

            Há um mês, no dia 27 de março, morria, no Rio de Janeiro, Millôr Fernandes. O Brasil inteiro lamentou a perda de seu maior humorista. Além de humorista, Millôr era também, como se sabe, desenhista, jornalista, teatrólogo e tradutor. 
            Em 1973, Luiz Vilela mandou a Millôr, então diretor do jornal de humor O Pasquim, uma carta propondo a publicação de contos seus no jornal. Dias depois, recebia a resposta.
            Damos, a seguir, a cópia, em carbono, da carta, datilografada, de Vilela e a carta, manuscrita, de Millôr. 





quarta-feira, 2 de maio de 2012

"Meca encena Luiz Vilela", hoje, em Uberlândia, MG

02/05/2012 17h27- Atualizado em 02/05/2012 17h27 -  http://www.uberlandia.mg.gov.br/?pagina=agenciaNoticias&id=2355

Grupo de Ituiutaba se apresenta em festival latino americano de teatro


Nesta quarta-feira (2), às 20h, o Teatro Rondon Pacheco recebe um dos espetáculos da 4ª edição do Festival Latino Americano de Teatro Ruínas Circulares. A peça teatral “Meca Encena Luiz Vilela” é uma adaptação baseada em seis contos do escritor Luiz Vilela. Realizado pelo Grupo Meca, de Ituiutaba (MG), o espetáculo estreou em 2010, como resultado de um processo de pesquisa, criação e oficinas, acompanhadas pelo diretor Júlio Maciel.
A peça aborda temas como solidão, abandono e frustrações humanas, através de cenas cotidianas e de diálogos minuciosamente escritos. Essas, entre outras características marcantes do autor, são valorizadas no espetáculo, que mostra personagens e conflitos diversos: uma paixão entre primos, uma mulher idosa e solitária, um casal que enfrenta o desgaste da relação por suas visíveis diferenças. Os personagens são apresentados em situações-limite e o desfecho do conflito que vivem é, quase sempre, surpreendente.
Serviço:
O quê: IV Festival Latino Americano de Teatro Ruínas Circulares
Mostra local: “Meca Encena Luiz Vilela” | Meca (Ituiutaba/MG)
Quando: 2 de maio (quarta-feira), às 20h
Onde: Teatro Rondon Pacheco – Rua Santos Dumont, 517, Centro

terça-feira, 1 de maio de 2012

Registro sobre "Três histórias fantásticas" no "Diário do Nordeste"



Luiz Vilela

O mineiro Luiz Vilela dedicou sua dupla vida profissional à prosa curta e à precisão no uso das palavras. Como contista, traz de sua outra atividade - o jornalismo -, a clareza do texto e a economia de adjetivos. Neste pequeno volume, três histórias em que trabalha a emergência do insólito, que traga os personagens para um colapso. Destaque para terror pouco ortodoxo de ´O fantasma´.



Original disponível em:
Fortaleza, 4 de julho de 2009.